Quando me depar…

Quando me deparo com gentes que no meu comum caracterizadas de dotadas, o consciente vulnerável abre-se e a motivação despenha-se para novos apegos

Hoje em dia as características das pessoas são ainda discutíveis de acordo com o comportamento apresentado, falo sem me envolver da personagem em foco, o que vincula o tão retrato geral das mais diversas situações em foque. 

Vírus na rede

eliedilson

Os vírus não param de rolar na rede, ultimamente vejo muitos Pcs cheios de erros e programas desnecessários sem o mínimo cuidado de que a lentidão provem de páginas obscenas que muitos têm por entranhas. Apenas explore o teu potencial e faça da Internet uma potencialidade de conhecimentos e não de vandalismo. Você é um Informática Sem Limites, tome atitude de paz, ajude para uma consciência melhor e fuja do mal porque a culpa da cobrança não perdoa… Força pessoal! Com os meus humildes cumprimentos.

FTP

Para carregar ficheiros, eliminar ficheiros ou reorganizar a estrutura da pasta num local de FTP, necessita de abrir o local no Windows Explorer. Se o que pretende é abrir locais de FTP e transferir ficheiros a partir dos mesmos, poderá utilizar o Internet Explorer. Eis como criar um atalho para um local de FTP de modo a abri-lo automaticamente no Windows Explorer.

Para criar um atalho para abrir um local de FTP no Windows Explorer

  1. Clique para abrir o Computador.
  2. Clique com o botão direito do rato em qualquer secção da pasta e, em seguida clique em Adicionar uma Localização de Rede.
  3. Apresenta o assistente Adicionar Ligação de Rede. Clique em Seguinte.
  4. No assistente, seleccione Escolher uma localização de rede personalizada e, em seguida, clique em Seguinte.
  5. Introduza o nome do local de FTP, com o FTP:// completo no início e, em seguida, clique em Seguinte.
  6. Para utilizar um nome e palavra-passe, desmarque a caixa de verificação Iniciar sessão em modo anónimo. Escreva um nome de utilizador e, em seguida, clique em Seguinte.
  7. Por predefinição, o nome do atalho é igual do endereço FTP. Se pretender dar um nome diferente ao atalho, escreva-o na caixa Introduza um nome para este local na rede. Clique em Seguinte.

     

  8. Se não pretender abrir o local de FTP após concluir a configuração do atalho, desmarque a caixa de verificação Abrir este local da rede quando eu clicar em Concluir. Clique em Concluir. É apresentado um atalho para o local de FTP na pasta Computador. Pode arrastar o atalho para o seu ambiente de trabalho para que seja mais fácil localizá-lo mais tarde.

    Notas   

    • Quando se ligar pela primeira vez ao local de FTP, ser-lhe-á pedida uma palavra-passe. Seleccione a caixa de verificação Guardar palavra-passe se pretender que o Windows a memorize e se ligue directamente ao local no futuro.
    • Pode abrir locais de FTP no Windows Explorer, mesmo que o Internet Explorer não seja o seu browser predefinido.

Redes de Computadores

Configurar uma rede doméstica Neste artigoInstale o hardware. Configurar ou verificar uma ligação à Internet (opcional) Ligar os computadores Executar o assistente Configurar uma Rede Activar a partilha na rede Testar a sua rede Alterar definições de TCP/IP Ligar o seu portátil do trabalho à sua rede doméstica Antes de iniciar: Para decidir que tipo de rede configurar ou para descobrir que hardware e cabos são necessários, consulte Do que necessita para configurar uma rede doméstica. Esse tópico tem informações sobre os diferentes tipos de redes (também conhecidas como tecnologias de rede), e sobre os requisitos de hardware de cada tipo. Quando souber que tipo de rede pretende, e tiver todo o hardware necessário, há quatro passos que poderá tem de dar: Instalar o hardware necessário. Configurar uma ligação à Internet (opcional). Ligar os computadores. Executar o assistente Configurar uma Rede (apenas para redes sem fios). Cada um destes passos é descrito em detalhe posteriormente neste artigo. Comece por configurar apenas um computador para se certificar de que a rede está a funcionar antes de tentar adicionar computadores e dispositivos adicionais. Nota As informações neste artigo foram escritas para pessoas que têm uma ligação de banda larga – geralmente DSL, cabo ou Serviço de Fibra Óptica (FiOS) – à Internet em vez de uma ligação de acesso telefónico. Contudo, não é necessário ter uma ligação à Internet para configurar uma rede. Instale o hardware. Instale placas de rede em quaisquer computadores que necessitem delas e ligue-as aos computadores. (Siga as instruções nas informações que foram fornecidas com cada placa.) Configurar ou verificar uma ligação à Internet (opcional) Não é necessária uma ligação à Internet para configurar uma rede, embora a maioria das pessoas queira utilizar a sua rede para partilhar uma ligação à Internet. Para configurar uma ligação à Internet, necessita de um modem de cabo ou DSL e de uma conta num fornecedor de serviços Internet (ISP). Para mais informações, consulte O que necessito para ligar à Internet? Se já tiver uma ligação à Internet, necessita de verificar se a ligação está a funcionar. Para tal, abra o seu browser e vá a um Web site que normalmente não visita. (Se for a um Web site que visita frequentemente, algumas das páginas Web podem estar armazenadas no seu computador e serão apresentadas correctamente mesmo que a ligação esteja com problemas.) Se o Web site abrir e não receber mensagens de erro, a ligação está a funcionar. Para partilhar uma ligação à Internet Pode partilhar uma ligação à Internet entre dois ou mais computadores da rede. Para tal, pode utilizar um dispositivo intermediário, que é um dispositivo localizado entre a ligação à Internet e o computador, ou configurar uma Partilha de Ligação à Internet (ICS). O seu ISP pode cobrar-lhe uma taxa adicional por ter múltiplas ligações à Internet. Peça informações ao seu ISP sobre este assunto. Utilize um dispositivo intermediário. É possível utilizar um router ou um router e modem combinado para partilhar uma ligação à Internet. Se utilizar um router, ligue-o ao modem e ao computador com a ligação à Internet e, em seguida, verifique novamente a sua ligação à Internet. As informações que fornecidas com o router devem incluir instruções de ligação. Se utilizar uma combinação de router e modem, ligue-os a qualquer computador. Verifique as informações fornecidas com o dispositivo para obter instruções de ligação mais detalhadas. Nota O router e o modem devem ser ligados para utilizar a ligação à Internet a partir de qualquer um dos computadores na sua rede. Configurar a ICS. Caso queira partilhar uma ligação à Internet, sem utilizar um router, pode configurar a ICS no computador que está ligado ao modem. Esse computador necessita de duas placas de rede: uma para ligar ao modem e a outra para ligar ao outro computador. Ligar os computadores Existem muitas formas de ligar computadores – a configuração depende do tipo de placas de rede, modem e ligação à Internet que tiver. Também depende se quer partilhar uma ligação à Internet com todos os computadores na rede. As seguintes secções descrevem brevemente alguns métodos de ligação. Redes Ethernet É necessário um concentrador, um comutador, ou um router para ligar computadores com uma ligação Ethernet. (Para obter informações sobre cada tipo de hardware, consulte Em que diferem os concentradores, comutadores, routers e pontos de acesso?) Para partilhar uma ligação à Internet, é necessário um router. Ligue o router ao computador que está ligado ao modem (se ainda não o tiver feito). Rede Ethernet com router com fios e uma ligação partilhada à Internet Se a sua casa ou escritório tiverem fios para ligações Ethernet, configure os computadores nas salas com tomadas Ethernet e ligue-os directamente às tomadas Ethernet. Rede Ethernet utilizando cabos Ethernet integrados Rede sem fios Para redes sem fios, execute o assistente Configurar uma Rede Sem Fios (ver abaixo) no computador ligado ao router. O assistente orienta-o através do processo de adicionar outros computadores e dispositivos à rede. Rede sem fios com uma ligação de Internet partilhada Redes HomePNA Para redes HomePNA, necessita de uma placa de rede HomePNA (geralmente externa) para cada computador e de uma tomada telefónica em cada sala em que se encontre um computador. Siga as instruções fornecidas com as placas HomePNA. Redes de comunicação por rede eléctrica Para redes de comunicação por rede eléctrica, necessita de uma placa de rede de comunicação por rede eléctrica (geralmente externa) para cada computador e de uma tomada eléctrica em cada sala em que se encontre um computador. Siga as instruções fornecidas com as placas de rede de comunicação por rede eléctrica. Ligue todos os computadores ou dispositivos, como impressoras, que pretende que pertençam à rede. Se a rede for com fios (Ethernet, HomePNA ou rede de comunicação por rede eléctrica), deve estar configurada e pronta a utilizar. Deve testar a sua rede (ver abaixo) para garantir que todos os computadores e dispositivos estão ligados correctamente. Executar o assistente Configurar uma Rede Se a rede for com fios, estará ligado imediatamente quando ligar os cabos Ethernet. Se a sua rede for sem fios, execute o assistente Configurar uma Rede Acesso no computador ligado ao router. Clique para abrir Configurar uma Rede. O assistente orienta-o através do processo de adicionar outros computadores e dispositivos à rede. Para mais informações, consulte Adicionar um dispositivo ou computador a uma rede. Activar a partilha na rede Se pretender partilhar ficheiros e impressoras na rede, certifique-se de que o tipo de localização da rede está definido como Casa ou Trabalho e que a detecção da rede e a partilha de ficheiros estão activadas. Para mais informações, consulte Escolher uma localização de rede e Activar ou desactivar a detecção de rede. Testar a sua rede É boa ideia testar a sua rede para garantir que todos os computadores e dispositivos estão ligados e a funcionar correctamente. Para testar a sua rede, faça o seguinte em cada computador de rede: Clique no botão Iniciar e clique no nome de utilizador e, no painel da esquerda, clique em Rede. Deve conseguir ver os ícones para o computador em que se encontra e para todos os outros computadores e impressoras partilhados na rede. Nota Se não conseguir ver os ícones na pasta Rede, a detecção de rede e a partilha de ficheiros podem estar desactivadas. Para mais informações, consulte Activar ou desactivar a detecção de rede Poderá demorar vários minutos até os computadores com versões anteriores do Windows aparecerem na pasta Rede. Alterar definições de TCP/IP Se necessitar de ajustar as definições de TCP/IP para a rede, consulte Alterar definições de TCP/IP. Ligar o seu portátil do trabalho à sua rede doméstica Para obter informações sobre como utilizar o seu portátil na sua rede doméstica, consulte Mudar entre as redes doméstica e da área de trabalho.

Criar um atalho para (mapear) uma unidade de rede

 

Ao criar um atalho para uma pasta ou computador partilhado numa rede (igualmente denominado como mapear uma unidade de rede), pode aceder ao atalho a partir do Computador ou do Explorador do Windows sem ser necessário procurá-lo ou escrever sempre o respectivo endereço de rede.

  1. Clique para abrir Computador.
  2. Clique em Mapear unidade de rede.

    Imagem da caixa de diálogo Mapear Unidade de RedeA caixa de diálogo Mapear Unidade de Rede

  3. Na lista Unidade, clique numa letra de unidade.

    Pode escolher qualquer letra disponível.

  4. Na caixa Pasta, escreva o caminho da pasta ou do computador ou clique em Procurar para encontrar a pasta ou o computador.

    Para ligar sempre que iniciar sessão no computador, seleccione a caixa de verificação Restabelecer ligação ao iniciar sessão.

  5. Clique em Concluir.

    O computador está ligado, ou mapeado, à unidade de rede.

    Nota

    • Se não conseguir ligar a uma unidade ou pasta de rede, o computador a que está a tentar ligar poderá estar desligado ou pode não ter as permissões correctas. Se não conseguir estabelecer a ligação, contacte o administrador de rede.

Também pode criar atalhos para localizações de Internet, tal como Web sites ou sites de FTP. O processo é o seguinte:

  1. Clique para abrir o Computador.
  2. Clique com o botão direito do rato em qualquer local da pasta e, em seguida, clique em Adicionar uma localização de rede.
  3. Siga estes passos no assistente para adicionar um atalho a uma localização na rede, um Web site ou um site de FTP.

       

Mudar entre as redes doméstica e do local de trabalho

Neste artigo

 

Se pretender trazer um computador portátil do trabalho para casa e ligá-lo à rede doméstica, poderá ter de alterar algumas definições do computador.

Aceder à Internet

Se apenas pretender utilizar a Internet em casa, ligue o portátil do trabalho à rede doméstica.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para ligar a uma rede doméstica Ethernet

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para ligar a uma rede doméstica sem fios

O computador portátil tem de ter uma placa de rede sem fios.

  1. Ligue o computador portátil.
  2. Clique para abrir Ligar a uma rede.
  3. Seleccione a rede doméstica sem fios na lista e, em seguida, introduza a chave de segurança de rede, se solicitado.

    Deve estar ligado à rede sem fios e ter acesso à Internet.

    Nota

    • Se a rede doméstica for sem fios, recomendamos a utilização de uma chave de segurança de rede. Se não o fizer, pode pôr a segurança do portátil em risco, permitindo acesso não autorizado de hackers ou software malicioso. Para mais informações, consulte Porque devo proteger a minha rede sem fios?

Se tiver problemas a ligar à rede ou a aceder à Internet, consulte Porque é que não consigo ligar a uma rede? ou Porque é que não consigo ligar à Internet?

Activar a partilha de ficheiros e impressoras

Para aceder aos ficheiros e impressoras partilhados na rede, tem de activar primeiro a partilha de ficheiros e impressoras. O modo mais fácil de o fazer é criando ou aderindo a um grupo doméstico.

Utilizar um grupo doméstico para partilhar ficheiros e impressoras

Quando configurar um computador com esta versão do Windows, é criado automaticamente um grupo doméstico. No entanto, também poderá criar um grupo doméstico seguindo estes passos:

  1. Clique para abrir o Centro de Rede e Partilha.
  2. Clique em Escolher opções de grupo doméstico e partilha.
  3. Siga as instruções apresentadas para criar ou aderir a um grupo doméstico.

Nota

  • Se o computador pertencer a um domínio, não poderá partilhar ficheiros e impressoras com um grupo de trabalho mas poderá, mesmo assim, aceder aos ficheiros e impressoras partilhados por outros.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para partilhar ficheiros e impressoras sem utilizar um grupo doméstico

Recomendamos que utilize um grupo doméstico para partilhar ficheiros e impressoras na rede, visto que se trata de um modo muito mais fácil de configuração da partilha. Para mais informações, consulte a secção “Utilizar um grupo doméstico para partilhar ficheiros e impressoras” acima.

  1. Clique para abrir o Centro de Rede e Partilha.
  2. Se a rede estiver listada como uma rede Pública, clique em Rede pública e clique em Rede doméstica ou Rede de trabalho.

Se o computador que está a executar o Windows 7 estiver associado a um domínio, é provável que não consiga alterar a localização da rede para Doméstica ou Trabalho. Neste caso, clique em Alterar definições de partilha avançadas no painel da esquerda e certifique-se de que as opções seguintes estão activadas:

  • Detecção de rede (consulte Activar ou desactivar a detecção de rede)
  • Partilhar ficheiros
  • Partilha de pastas Público (se pretender partilhar ficheiros utilizando as pastas Documentos Públicos, Música Pública, Imagens Públicas e Vídeos Públicos)
  • Partilhar impressora

Nota

  • Para utilizar a partilha protegida por palavra-passe, tem de ter exactamente as mesmas contas de utilizador e palavras-passe em ambos os computadores. Normalmente, este não é o caso se estiver a utilizar um portátil do trabalho e um computador doméstico. (A opção de partilha protegida por palavra-passe não está disponível em redes de domínio.)

Aceder a uma impressora

Para utilizar uma impressora ligada a um computador doméstico no portátil, active a detecção de rede (se a impressora estiver ligada a um computador que esteja a executar o Windows 7) e certifique-se de que a impressora está partilhada.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para verificar se uma impressora é partilhada ou para configurar a partilha de impressoras

  1. Inicie sessão num computador que faça parte da rede doméstica e esteja ligado à impressora.
  2. Clique para abrir Dispositivos e Impressoras.
  3. Clique com o botão direito do rato na impressora que pretende partilhar, clique em Propriedades de impressora e clique no separador Partilha.

    Se a impressora for partilhada, a opção Partilhar esta impressora deverá estar seleccionada. Se não estiver seleccionada, clique em Partilhar esta impressora e, em seguida, clique em OK.

Para utilizar uma impressora partilhada, necessita de a adicionar ao portátil.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para adicionar uma impressora

  1. Clique para abrir Adicionar Impressora.
  2. Seleccione Adicionar uma impressora de rede, sem fios ou Bluetooth e, depois, siga os passos no assistente.

Partilhar ficheiros e pastas

Existem duas formas de partilhar ficheiros e pastas: através de partilha simples de ficheiros-colocar os ficheiros ou pastas numa pasta partilhada comum ou partilha de ficheiros no local-seleccionar ficheiros ou pastas individuais sem os mover da respectiva localização actual.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para configurar a partilha em computadores com o Windows XP

Se algum dos computadores domésticos estiver a executar uma versão do Windows XP anterior ao Windows XP com Service Pack 2 (SP2), terá de actualizá-la antes de configurar a partilha.

  1. Se ainda não o tiver feito, execute o assistente de Configuração de Rede em todos os computadores.
  2. Quando solicitado, escolha activar a partilha de ficheiros. Este procedimento cria uma pasta Documentos Partilhados em todos os computadores. Os ficheiros desta pasta estão acessíveis a qualquer pessoa na rede.

    Notas

    • Para abrir a pasta Documentos Partilhados, clique em Iniciar, clique em Os Meus Documentos e, em seguida, clique em Documentos Partilhados.
    • No Windows XP, não é possível partilhar ficheiros individuais. Tem de partilhar a pasta completa. Para partilhar pastas e o respectivo conteúdo sem as mover para a pasta Documentos Partilhados, aceda à localização que contém a pasta que pretende partilhar, clique com o botão direito do rato na pasta e, em seguida, clique em Partilha e Segurança. Clique no separador Partilha, clique em Partilhar esta pasta e, em seguida, clique em Aplicar.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para configurar a partilha em computadores com o Windows Vista

A pasta Documentos Partilhados foi substituída pela pasta Público no Windows Vista.

  1. No Centro de Rede e Partilha, clique nas divisas Imagem do ícone de divisas junto a Partilha da pasta Público e clique numa das seguintes opções:
    • Activar a partilha, para que qualquer utilizador com acesso à rede possa abrir ficheiros
    • Activar a partilha para que qualquer utilizador com acesso à rede possa abrir, alterar e criar ficheiros
  2. Clique em Aplicar. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

    Os ficheiros da pasta Público estão acessíveis a qualquer pessoa na rede.

    Notas

    • Para abrir a pasta Público, siga os seguintes passos: Na pasta Documentos, clique na seta junto a Pastas na parte inferior do painel da esquerda e clique em Pública.
    • Para partilhar ficheiros ou pastas sem os mover para esta pasta, aceda à localização que contém o ficheiro ou pasta que pretende partilhar, clique com o botão direito do rato no ficheiro ou pasta, clique em Partilhar e siga os passos apresentados no assistente.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para configurar a partilha em computadores com o Windows 7

A pasta Público foi substituída por pastas Público individuais para cada tipo de ficheiro (Documentos, Imagens, Música e Vídeos) no Windows 7.

  1. Clique para abrir definições de partilha Avançadas.
  2. Clique nas divisas Imagem do ícone de divisas para expandir o perfil de rede actual.
  3. Em Partilha da pasta Público, clique numa das seguintes opções:
    • Activar partilha, para que qualquer utilizador com acesso à rede possa ler e escrever ficheiros nas pastas Público
    • Desactivar partilha de pastas Público (os utilizadores com sessão iniciada neste computador podem continuar a aceder a estas pastas)
  4. Clique em Guardar alterações. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

    Os ficheiros existentes nas pastas Público estão agora acessíveis a qualquer utilizador da rede.

    Notas

    • Para abrir as pastas Público, siga estes passos:
      1. Clique em Iniciar Imagem do botão Iniciar e clique no nome da conta de utilizador.
      2. Faça duplo clique na pasta Documentos, Imagens, Música ou Vídeos e, em seguida, faça duplo clique em Documentos Públicos, Imagens Públicas, Música Pública ou Vídeos Públicos.
    • Para partilhar ficheiros ou pastas sem os mover para uma pasta Público, aceda à localização que contém o ficheiro ou pasta que pretende partilhar, clique com o botão direito do rato no ficheiro ou pasta, clique em Partilhar e siga os passos apresentados no assistente.

Aceder a computadores de rede

Antes de poder aceder a outro computador de rede, é necessário saber o respectivo nome.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para encontrar o nome de um computador

  1. Clique para abrir Sistema.
  2. O nome é apresentado em Definições de nome do computador, domínio e grupo de trabalho.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para aceder a um computador doméstico a partir do portátil

Para aceder a ficheiros num computador doméstico, pode iniciar sessão como convidado (isto significa que apenas terá acesso aos ficheiros existentes nas pastas Público) ou, se tiver uma conta de utilizador nesse computador, poderá iniciar sessão utilizando a sua conta. Para mais informações sobre contas de utilizador, consulte Contas de utilizador: perguntas mais frequentes Para aceder a outro computador, execute os seguintes passos:

  1. Clique para abrir a Rede.
  2. Se tiver um grupo doméstico, faça duplo clique em Grupo Doméstico e, em seguida, faça duplo clique no computador a que pretende aceder.
  3. Se não tiver um grupo doméstico, faça duplo clique no ícone de um computador para ver os ficheiros e pastas aos quais tem acesso.

    Notas

    • Se o seu nome de utilizador e palavra-passe para o computador em que tem sessão iniciada actualmente forem diferentes daqueles do computador a que está a tentar aceder, pode-lhe ser pedido que entre a sua informação de início de sessão.
    • Se o outro computador estiver configurado para permitir o acesso a qualquer pessoa na rede, a ligação é estabelecida automaticamente, mas só tem acesso de convidado. Isto significa que apenas terá acesso aos ficheiros existentes nas pastas Público. Pode ligar automaticamente a outro computador na rede utilizando as informações sobre início de sessão armazenando as palavras-passe. Para mais informações, consulte Armazenar palavra-passes para início de sessão automático.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Para aceder ao portátil a partir de um computador doméstico

  1. Clique para abrir Rede.
  2. Faça duplo clique no ícone do portátil.
  3. Quando lhe for pedido para iniciar sessão, introduza o domínio e nome de utilizador do trabalho, separados por uma barra invertida (por exemplo: domínio\nomeutilizador) e introduza a palavra-passe que utiliza para iniciar sessão no trabalho.

    Será aberta uma pasta que contém os ficheiros e pastas partilhados existentes no portátil.

              

Do que necessita para configurar uma rede doméstica

 

A variedade de opções para uma rede doméstica podem dificultar as decisões de compra. Antes de decidir que hardware comprar, deve decidir o tipo de tecnologia de rede (a forma como os computadores se ligam ou comunicam entre si numa rede) que pretende utilizar. Este artigo descreve e compara as tecnologias de rede mais comuns e apresenta os requisitos de rede para cada uma delas.

Tecnologias de rede

Os tipos de tecnologia de rede mais comuns são sem fios, Ethernet e HomePNA e Linha eléctrica. Quando seleccionar uma tecnologia de rede, considere a localização dos computadores e a velocidade pretendida da rede. Os custos destas tecnologias são semelhantes. As secções seguintes comparam estas quatro tecnologias.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Sem fios

As redes sem fios utilizam ondas de rádio para enviar informações entre computadores. Os três padrões de rede sem fios mais comuns são 802.11b, 802.11g e 802.11a. Espera-se que a popularidade do 802.11n, uma norma nova, aumente rapidamente.

Rapidez
  • 802.11b: transfere dados a uma velocidade máxima de 11 megabits por segundo (Mbps). A transferência de uma fotografia de 10 megabytes (MB) a partir da Internet, em condições ideais, demora cerca de 7 segundos.
  • 802.11g: transfere dados a uma velocidade máxima de 54 Mbps. A transferência de uma fotografia de 10 megabytes (MB) a partir da Internet, em condições ideais, demora cerca de 1,5 segundos.
  • 802.11a: transfere dados a uma velocidade máxima de 54 Mbps. A transferência de uma fotografia de 10 megabytes (MB) a partir da Internet, em condições ideais, demora cerca de 1,5 segundos.
  • 802.11n: dependendo do número de fluxos de dados suportados pelo hardware o 802.11n pode, teoricamente, transmitir dados até 150 Mbps, 300 Mbps, 450 Mbps ou 600 Mbps.

    Nota

    • Os tempos de transferência listados dizem respeito às condições ideais. Estas velocidades não são necessariamente alcançáveis em circunstâncias normais devido a diferenças de hardware, servidores Web, condições de tráfego de rede, etc.
Prós
  • É fácil deslocar os computadores porque não existem cabos.
  • As redes sem fios são normalmente mais fáceis de instalar do que a Ethernet.
Contras
  • As redes sem fios são frequentemente mais lentas do que as outras três tecnologias.
  • As rede sem fios podem ser afectadas por interferências, tais como paredes, grandes objectos de metal e canos. Além disso, muitos telefones sem fios e fornos de microondas podem interferir com as redes sem fios quando estão a ser utilizados.
  • A velocidade das redes sem fios é normalmente metade da calculada quando utilizada em condições menos ideais.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Ethernet

As redes Ethernet utilizam cabos Ethernet para enviar informações entre computadores.

Velocidade A Ethernet transfere dados a velocidades até 10, 100 ou 1000 Mbps, dependendo do tipo de cabos utilizado. A Ethernet Gigabit é a mais rápida, com uma velocidade de transferência até 1 Gigabit por segundo (ou 1000 Mbps).

Por exemplo, a transferência de uma fotografia de 10 megabytes (MB) a partir da Internet, em condições ideais, pode demorar cerca de 8 segundos numa rede de 10 Mbps, cerca de 1 segundo numa rede de 100 Mbps e menos de 1 segundo numa rede de 1000 Mbps.

Prós
  • As redes Ethernet não são muito dispendiosas e são rápidas.
Contras
  • Os cabos Ethernet têm de ser passados entre cada computador e um concentrador, comutador ou router, o que pode ser demorado e difícil se os computadores estiverem em salas diferentes.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo HomePNA

As redes HomePNA utilizam os cabos telefónicos domésticos existentes para enviar informações entre computadores.

Velocidade O HomePNA 2,0 transfere dados a uma velocidade até 10 Mbps. O HomePNA 3.0 transfere dados a uma velocidade até 128 Mbps.

Por exemplo, a transferência de uma fotografia de 10 megabytes (MB) a partir da Internet, em condições ideais, pode demorar cerca de 8 segundos numa rede HomePNA 2.0 e cerca de 1 segundo numa rede HomePNA 3.0.

Prós
  • O HomePNA utiliza os fios telefónicos existentes em sua casa.
  • Não necessita de concentradores ou comutadores para ligar mais de dois computadores numa rede HomePNA.
Contras
  • Necessita de uma tomada de telefone em cada sala em que pretender ter um computador e todas as tomadas devem fazer parte da mesma linha telefónica.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Linha eléctrica

As redes de comunicação por rede eléctrica utilizam a cablagem eléctrica doméstica existente para enviar informações entre computadores.

Velocidade Uma Rede de comunicação por rede eléctrica pode transferir dados a velocidades até aos 200 Mbps.

Por exemplo, a transferência de uma fotografia de 10 megabytes (MB) a partir da Internet, em condições ideais, pode demorar menos de 1 segundo numa Rede de comunicação por rede eléctrica.

Prós
  • O Linha eléctrica utiliza a cablagem eléctrica existente em sua casa.
  • Não necessita de concentradores ou comutadores para ligar mais de dois computadores numa Rede de comunicação por rede eléctrica.
Contras
  • Necessita de uma tomada eléctrica em cada sala onde pretende ter um computador.
  • As redes de comunicação por rede eléctrica podem ser afectadas por interferências e “ruído” na linha.

Requisitos de hardware

Existem vários tipos de hardware utilizado nas redes domésticas:

  • Placas de rede. Estas placas (igualmente designadas por placas de interface ou NIC) ligam os computadores a uma rede para que possam comunicar. Uma placa de rede pode ser ligada à porta USB ou Ethernet do computador ou instalada dentro do computador numa ranhura de expansão PCI (Peripheral Component Interconnect) disponível.
  • Concentradores e comutadores de rede. Os concentradores e comutadores ligam dois ou mais computadores a uma rede Ethernet. Um comutador é ligeiramente mais dispendioso do que um concentrador, mas é mais rápido.

    Ilustração de um concentrador EthernetConcentrador Ethernet

  • Routers e pontos de acesso. Os routers ligam os computadores e as redes entre si (por exemplo, um router pode ligar a rede doméstica à Internet). Os routers permitem igualmente partilhar uma única ligação à Internet entre vários computadores. Os routers podem ser com ou sem fios. Não necessita de utilizar um router para ter uma rede com fios, mas é recomendado se pretender partilhar uma ligação à Internet. Se pretender partilhar uma ligação à Internet numa rede sem fios, irá necessitar de um router sem fios. Os pontos de acesso permitem que os computadores e dispositivos se liguem a uma rede sem fios.

    Ilustração de um ponto de acesso, um router com fios e um router sem fiosPonto de acesso (à esquerda); router com fios (centro); router sem fios (à direita)

  • Modems. Os computadores utilizam modems para enviar e receber informações através de linhas telefónicas ou de cabo. Será necessário um modem se pretender ligar à Internet. Alguns fornecedores de cabo oferecem um modem de cabo-gratuitamente ou mediante aquisição-quando encomenda o serviço de Internet por cabo. Também estão disponíveis dispositivos que são uma combinação de modem e router.

    Ilustração de um modem de caboModem de cabo

  • Cabos de rede (Ethernet, HomePNA e Linha eléctrica). Os cabos de rede ligam os computadores entre si e a outro hardware relacionado, tal como concentradores, routers e placas de rede externas. As placas HomePNA e de Linha eléctrica são frequentemente externas e são ligadas a um computador através de cabos Ethernet ou USB, dependendo do tipo de placa.

Esta tabela mostra o hardware necessário para cada tipo de tecnologia de rede.

Tecnologia Hardware Quantidade
Sem fios Adaptador de rede sem fios Uma para cada computador existente na rede (quase todos os portáteis têm uma placa destas incorporada)
  Ponto de acesso ou router sem fios (recomendado) Um
Ethernet Placa de rede Ethernet Uma para cada computador existente na rede (quase todos os computadores de secretária têm uma placa destas incorporada)
  Concentrador ou comutador Ethernet (apenas necessário se pretender ligar mais de dois computadores mas não partilhar uma ligação à Internet) Um (é recomendado um concentrador ou comutador 10/100/1000, que deverá ter portas suficientes para acomodar todos os computadores existentes na rede)
  Router Ethernet (apenas é necessário se pretender ligar mais de dois computadores e partilhar uma ligação à Internet) Um (poderá necessitar de um concentrador ou comutador adicional se o router não tiver portas suficientes para todos os computadores)
  Cabos Ethernet Um para cada computador ligado ao concentrador ou comutador de rede (os cabos 10/100/1000 Cat 6 são os melhores, mas a sua utilização não é obrigatória)
  Cabo de cruzamento (apenas necessário se pretender ligar dois computadores directamente entre si sem utilizar um concentrador, comutador ou router) Um
HomePNA Placa HomePNA (Home Phoneline Network Adapter) Uma por cada computador na rede
  Router Ethernet Um, se pretender partilhar uma ligação à Internet
  Cabos telefónicos Um para cada computador na rede (utilize um cabo padrão de telefone para ligar cada computador a uma tomada de telefone)
Linha eléctrica Adaptador de comunicação por rede eléctrica Uma por cada computador na rede
  Router Ethernet Um, se pretender partilhar uma ligação à Internet
  Cablagem eléctrica em casa Uma tomada eléctrica para cada computador existente na rede

É uma boa ideia descobrir que tipo de placas de rede os computadores têm, se tiverem alguma. Pode optar por uma determinada tecnologia porque já dispõe da maioria do hardware, ou pode decidir actualizar o hardware. Uma combinação de tecnologias poderá ser a solução mais adequada para o seu ambiente. Por exemplo, muitas pessoas utilizam um router sem fios, que acomoda ligações Ethernet com fios para computadores de secretária e ligações sem fios para computadores portáteis.

Informática Moderna

Noções sobre segurança e informática segura

Neste artigo

 

Se ligar à Internet, permitir que outras pessoas utilizem o seu computador ou partilhar ficheiros com outros utilizadores, deve tomar medidas para proteger o computador. Porquê? Pois existem criminosos informáticos (por vezes chamados hackers) que atacam computadores. Estas pessoas podem atacar directamente, penetrando no seu computador através da Internet e furtando as suas informações pessoais, ou indirectamente, criando software malicioso para danificar o computador.

Felizmente, pode proteger-se tomando algumas precauções simples. Este artigo descreve as ameaças e as acções que pode efectuar para se defender.

Proteger o seu computador

Estas são formas de ajudar a proteger o computador contra potenciais ameaças de segurança:

  • Firewall. A Uma firewall pode ajudar a proteger o computador, impedindo o acesso de hackers ou de software malicioso.
  • Windows Update. O Windows pode procurar regularmente actualizações para o computador e instalá-las automaticamente.
  • Protecção contra vírus. O software antivírus pode ajudar a proteger o computador contra vírus, worms e outras ameaças de segurança.
  • Spyware e protecção adicional contra software malicioso.O software anti-spyware pode ajudar a proteger o computador contra spyware e outro software potencialmente indesejável.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo

 Gerir definições de segurança com o Centro de Acção

O Centro de Acção gere definições da firewall, do Windows Update, definições de software anti-malware, da segurança da Internet e definições de controlo da Conta de Utilizador. O Centro de Acção também monitoriza as definições de manutenção do computador e fornece hiperligações para resoluções de problemas e outras ferramentas que podem ajudar a corrigir problemas. Para obter mais informações sobre o Centro de Acção, consulte Como é que Centro de Acção procura problemas?

Utilizar uma firewall

Uma firewall é software ou hardware que verifica as informações recebidas a partir da Internet ou de uma rede e que recusa ou permite a respectiva passagem para o computador, dependendo das definições da firewall. Deste modo, uma firewall ajuda a impedir que hackers e software malicioso acedam ao computador.

A Firewall do Windows está incorporada no Windows e é activada automaticamente.

Ilustração do funcionamento de uma firewallComo funciona uma firewall

Se executar um programa, tal como um programa de mensagens instantâneas ou um jogo em rede que necessite de receber informações a partir da Internet ou de uma rede, a firewall pergunta-lhe se pretende bloquear ou desbloquear (autorizar) a ligação. Se optar por desbloquear a ligação, a Firewall do Windows cria uma excepção para que a firewall não o incomode quando esse programa necessitar de receber informações posteriormente.

Para obter mais informações, consulte Firewall: perguntas mais frequentes

Utilizar a protecção contra vírus

Os vírus, worms e Trojans são programas criados por hackers que utilizam a Internet para infectar computadores vulneráveis. Os vírus e worms podem replicar-se entre computadores, enquanto que os Trojans entram num computador ocultando-se no interior de um programa aparentemente legítimo, tal como uma protecção de ecrã. Os vírus, worms e Trojans destrutivos podem apagar informações do disco rígido ou desactivar totalmente o computador. Outros não causam danos directos, mas prejudicam o desempenho e estabilidade do computador.

Os programas antivírus analisam as mensagens de correio electrónico e outros ficheiros existentes no computador para detectar a existência de vírus, worms e Trojans. Se for encontra um, o programa antivírus coloca-o em quarentena (isola-o) ou elimina-o totalmente antes que este danifique o computador e os ficheiros.

O Windows não tem um programa antivírus incorporado, mas o fabricante do computador poderá ter instalado um. Se não for este o caso, vá para o Web site dos fornecedores de software de segurança do Windows 7 (em inglês) para localizar um programa anti-vírus.

Visto que são identificados vírus novos todos os dias, é importante que seleccione um programa antivírus com actualização automática. Quando o software antivírus é actualizado, adiciona novos vírus à lista de vírus para verificação, ajudando a proteger o computador contra novos ataques. Se a lista de vírus estiver desactualizada, o computador está vulnerável a novas ameaças. Normalmente, as actualizações requerem uma taxa de subscrição anual. Mantenha a subscrição para receber actualizações regulares.

Aviso

  • Se não utilizar software antivírus, expõe o computador a danos provocados por software malicioso. Para além disso, corre o risco de propagar vírus a outros computadores.

Utilizar protecção contra spyware

Spyware é software que pode apresentar anúncios, recolher informações sobre si ou alterar definições no computador, geralmente sem obter o seu consentimento de modo correcto. Por exemplo, o spyware pode instalar barras de ferramentas hiperligações ou favoritos indesejados no browser, alterar a home page predefinida ou apresentar frequentemente janelas de publicidade. Algum spyware não apresenta quaisquer sintomas detectáveis, mas recolhe secretamente informações sensíveis, como os Web sites que visita ou o texto que introduz. A maior parte do spyware é instalado através de software gratuito transferido a partir da Internet mas, em alguns casos, a simples visita a um site resulta numa infecção por spyware.

Para ajudar a proteger o computador contra spyware, utilize um programa anti-spyware. Esta versão do Windows tem um programa anti-spyware incorporado, chamado Windows Defender, que está activado por predefinição. O Windows Defender alerta-o quando o spyware tenta instalar-se no computador. Este programa também pode analisar o computador para detectar a existência de spyware e removê-lo.

Visto que aparece spyware novo todos os dias, o Windows Defender tem de ser actualizado regularmente para detectar e proteger contra as mais recentes ameaças de spyware. O Windows Defender é actualizado conforme necessário sempre que actualizar o Windows. Para obter o nível de protecção mais elevado, defina o Windows para instalar actualizações automaticamente (consulte abaixo).

Para mais informações, consulte Utilizar o Windows Defender.

Actualizar o Windows automaticamente

A Microsoft disponibiliza regularmente actualizações importantes para o Windows, que o podem ajudar a proteger o computador contra novos vírus e outras ameaças de segurança. Para garantir que recebe estas actualizações o mais rapidamente possível, active a actualização automática. Deste modo, não tem de se preocupar que possam existir correcções críticas para o Windows em falta no computador.

As actualizações são transferidas em segundo plano sempre que estiver ligado à Internet. As actualizações são instaladas às 3:00, a menos que especifique uma hora diferente. Se desligar o computador antes dessa hora, pode instalar as actualizações antes de encerrar o sistema. Caso contrário, o Windows irá instalá-las da próxima vez que iniciar o computador.

Para activar a actualização automática

  1. Clique para abrir o Windows Update
  2. Clique em Alterar definições.
  3. Certifique-se de que a opção Instalar actualizações automaticamente (recomendado) está seleccionada. O Windows instalará actualizações importantes para o computador à medida que forem estando disponíveis. As actualizações importantes podem fornecer benefícios significativos, tais como segurança e fiabilidade melhoradas.
  4. Em Actualizações recomendadas, certifique-se de que a caixa de verificação Receber actualizações recomendadas da mesma forma que actualizações importantes está seleccionada e, em seguida, clique em OK. As actualizações recomendadas podem abordar problemas não críticos e ajudar a melhorar a utilização do computador. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

Para obter mais informações, consulte Noções sobre actualizações automáticas do Windows.

Utilizar uma conta de utilizador padrão

Quando inicia sessão no computador, o Windows concede-lhe um determinado nível de direitos e privilégios, dependendo do tipo de conta de utilizador que possui. Existem três tipos diferentes de contas de utilizador: padrão, administrador e convidado.

Apesar de uma conta de utilizador fornecer controlo completo sobre um computador, a utilização de uma conta padrão pode ajudar a tornar o computador mais seguro. Deste modo, se outras pessoas (ou hackers) acederem ao computador enquanto tem sessão iniciada, não poderão adulterar as definições de segurança do computador nem alterar outras contas de utilizador. Pode verificar o tipo de conta depois de ter iniciado sessão procedendo do seguinte modo:

  1. Clique para abrir Contas de Utilizador.

    O tipo de conta é apresentado por baixo do seu nome de utilizador.

    Imagem do utilizador com sessão actualmente iniciada no Painel do Controlo Contas de UtilizadorUtilizador com sessão actualmente iniciada e tipo de conta do utilizador

    Se o tipo de conta for Administrador, tem actualmente sessão iniciada como administrador.

  2. Pode ver todas as contas de utilizador existentes no computador clicando em Gerir outra conta. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

    São apresentadas todas as contas de utilizador e os tipos de conta.

Se estiver a utilizar actualmente uma conta de administrador, consulte Alterar o tipo de conta de um utilizador para aprender a alterá-la para uma conta padrão.

Para obter mais informações, consulte Contas de utilizador: perguntas mais frequentes

Sugestões para utilização segura do correio electrónico e da Web

  • Tome cuidado quando abrir anexos de correio electrónico. Os anexos de correio electrónico (ficheiros anexados a mensagens de correio electrónico) são a principal origem de infecções por vírus. Nunca abra um anexo enviado por alguém que não conhece. Se conhecer o remetente mas não estiver à espera de um anexo, verifique se o anexo foi realmente enviado pelo remetente antes de o abrir.
  • Proteja cuidadosamente as suas informações pessoais. Se um Web site lhe pedir para introduzir um número de cartão de crédito, informações bancárias ou outras informações pessoais, certifique-se de que o Web site é fidedigno e de que o seu sistema de transacções é seguro.
  • Tome cuidado quando clicar em hiperligações existentes em mensagens de correio electrónico. As hiperligações (ligações que abrem Web sites quando um utilizador clica nelas) são frequentemente utilizadas como parte de esquemas de phishing e spyware, mas também podem transmitir vírus. Clique apenas nas hiperligações existentes nas mensagens de correio electrónico que considere fidedignas.
  • Instale apenas suplementos existentes em Web sites fidedignos. Os suplementos para o browser permitem que as páginas Web apresentem itens tais como barras de ferramentas, cotações da bolsa, vídeo e animações. No entanto, os suplementos também podem instalar spyware e outro software malicioso. Se um Web site lhe pedir para instalar um suplemento, certifique-se de que o site é fidedigno antes de o fazer.

               

Configurar uma rede sem fios

Neste artigo

 

Imagine-se a navegar na Web sentado no sofá da sua sala, a conversar com os seus amigos online enquanto se descontrai na cama à noite ou a enviar documentos do computador na cozinha para a impressora no seu escritório em casa. As redes sem fios constituem a mais recente novidade em termos de flexibilidade de redes e a sua configuração é mais fácil do que julga. Este artigo orienta-o nos passos necessários para configurar a sua rede sem fios e começar a utilizá-la.

Obter o equipamento necessário

Antes de poder configurar uma rede sem fios, necessita dos seguintes itens:

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Modem e ligação de banda larga à Internet

Uma ligação de banda larga à Internet é uma ligação de alta velocidade à Internet, em contraste com uma ligação de acesso telefónico, que é mais lenta e não suficientemente potente para suportar uma rede sem fios. A linha DSL (Digital Subscriber Line) e cabo são duas das ligações de banda larga mais comuns. Pode obter uma ligação de banda larga contactando um ISP (Internet service provider). Normalmente, os ISPs que fornecem a ligação por DSL são as empresas de telecomunicações e os ISPs que fornecem a ligação por cabo são as empresas de TV por cabo. Os ISPs oferecem frequentemente modems de banda larga e até poderão proceder à respectiva instalação. Alguns ISPs oferecem também modems de combinação/routers sem fios. Estes componentes também estão disponíveis nas lojas de informática ou de artigos de electrónica.

Ilustração de um modem de cabo e DSLModem de cabo (esquerda) e modem DSL (direita) típicos

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Router sem fios

Um router envia informações entre a rede e a Internet. Com um router sem fios, pode ligar computadores à rede utilizando sinais de rádio em vez de fios. Existem diferentes tipos de tecnologias de redes sem fios, incluindo 802.11a, 802.11b e 802.11g. Recomendamos a utilização de uma rede que suporte a 802.11g porque esta é rápida e fornece um sinal sem fios forte. Para obter mais informações sobre tecnologias de rede sem fios, consulte Funcionamento em rede sem fios: perguntas mais frequentes.

Ilustração de um router sem fiosRouter sem fios típico

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Placas de rede sem fios

Uma placa de rede é um dispositivo que liga o computador a uma rede. Para ligar o portátil ou computador de secretária à rede sem fios, o computador tem de ter um adaptador de rede sem fios. A maioria dos portáteis, e muitos computadores de secretária, é fornecida com um adaptador de rede sem fios já instalado. Para verificar se o seu computador tem um adaptador de rede sem fios, siga estes passos:

  1. Clique para abrir o Gestor de Dispositivos.São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.
  2. Faça duplo clique em Placas de rede.
  3. Procure uma placa de rede que inclua “wireless” (sem fios) no nome.

Imagem do Gestor de Dispositivos com um adaptador de rede sem fiosGestor de Dispositivos a mostrar um adaptador de rede sem fios

Se o computador necessitar de um adaptador de rede sem fios, poderá adquirir um numa loja de informática ou de artigos de electrónica e instalá-lo. As do tipo USB (universal serial bus) são uma boa escolha, visto serem pequenas, fáceis de instalar e poderem ser mudadas para diferentes computadores. Certifique-se de que as placas são do mesmo tipo que o router sem fios. Normalmente, o tipo de placa é identificado com uma letra na embalagem, tal como G ou A.

Ilustração de placas de rede sem fios USBPlacas de rede sem fios USB típicas

Configurar o modem e a ligação à Internet

Quando tiver todo o equipamento, necessita de configurar o modem e a ligação à Internet. Se o modem não tiver sido configurado pelo ISP (Internet Internet service), siga as instruções fornecidas com o modem para o ligar ao computador e à Internet. Se estiver a utilizar uma linha DSL (Digital Subscriber Line), ligue o modem a uma tomada de telefone. Se estiver a utilizar um cabo, ligue o modem à tomada do cabo. Para obter mais informações, consulte Configurar uma ligação de banda larga (DSL ou por cabo).

Posicionar o router sem fios

Coloque o router sem fios num local onde receba o sinal mais forte, com o mínimo de interferência. Para obter os melhores resultados, siga estas sugestões:

  • Coloque o router sem fios numa localização central. Para aumentar a força do sinal sem fios em toda a casa, coloque o router o mais perto possível do centro da casa.
  • Coloque o router sem fios afastado do chão e das paredes e objectos metálicos, tais como armários de arquivo metálicos. Quanto menos obstruções físicas existirem entre o computador e o sinal do router, maior será a probabilidade de utilizar a força total do sinal do router.
  • Reduza as interferências. O equipamento de rede 802.11g utiliza uma frequência de rádio de 2,4 gigahertz (GHz). Trata-se da mesma frequência da maioria dos microondas e de muitos telefones sem fios. Se ligar o microondas ou receber uma chamada num telefone sem fios, o sinal sem fios poderá ser interrompido temporariamente. Pode evitar a maioria destes problemas utilizando um telefone sem fios com uma frequência mais alta, como, por exemplo, 5,8 GHz.

Proteger a rede sem fios

A segurança é sempre importante. Com uma rede sem fios, é ainda mais importante pois o sinal da rede pode ir além dos limites da sua casa. Se não proteger a rede, as pessoas com computadores perto da sua casa podem ter acesso às informações armazenadas nos seus computadores de rede e utilizar a sua ligação à Internet para aceder à Web. Para ajudar a proteger a rede, proceda do seguinte modo:

  • Proteja o router alterando o nome de utilizador e a palavra-passe predefinidos. A maioria dos fabricantes de routers têm um nome de utilizador e palavra-passe predefinidos no router, bem como um nome de rede predefinido. Alguém poderá utilizar estas informações para aceder ao router sem o seu conhecimento. Para evitar esse risco, altere o nome de utilizador e a palavra-passe predefinidos do router. Consulte as informações fornecidas com o dispositivo para obter instruções.
  • Configure uma chave de segurança para a rede. Assim como os armários de arquivo têm chaves e os cofres têm combinações, as redes sem fios têm uma chave de segurança de rede para ajudar a protegê-las contra o acesso não autorizado. Para configurar uma chave de segurança de rede, siga estes passos:
    1. Clique para abrir o Centro de Rede e Partilha.
    2. Clique em Configurar uma nova ligação ou rede.
    3. Clique em Configurar uma nova rede e clique em Seguinte.

    O assistente orientá-lo-á na criação de um nome de rede e de uma chave de segurança. Se o router o suportar, o assistente predefinirá a segurança WPA (Wi-Fi Protected Access) ou WAP2. Se possível, recomendamos a utilização de WPA2, pois oferece maior segurança do que a segurança WPA ou WEP (Wired Equivalent Privacy). Com a segurança WPA2 ou WPA também poderá utilizar uma frase de acesso. Assim, não será necessário memorizar uma sequência críptica de letras e números. Para obter mais informações, consulte Quais são os diferentes métodos de segurança de uma rede sem fios?

Imagem do assistente Configurar um router ou um ponto de acessoCriar uma chave de segurança de rede

  • Anote a chave de segurança e mantenha-a num local seguro. Também pode guardar a chave de segurança numa unidade Flash USB seguindo as instruções do assistente.
  • Utilize uma firewall. Uma firewall é hardware ou software que pode ajudar a proteger o computador contra hackers ou software malicioso. A utilização de uma firewall em cada computador na rede pode ajudar a controlar a propagação de software malicioso na rede, bem como ajudar a proteger os computadores durante o acesso à Internet. A Firewall do Windows está incluída nesta versão do Windows. Para obter mais informações, consulte Firewall: perguntas mais frequentes.

Adicionar computadores à rede

Para ligar o portátil ou computador de secretária à rede sem fios, siga estes passos:

  1. Clique para abrir Ligar a uma rede.
  2. Na lista de redes, clique na rede à qual pretende ligar e, em seguida, clique em Ligar.
  3. Introduza a chave de segurança. Pode escrever a chave ou inserir uma unidade Flash USB que contenha a chave de segurança numa porta USB do computador.

Partilhar ficheiros e impressoras

A maioria das pessoas tem uma rede sem fios para poder aceder à Internet a partir de qualquer local da casa, mas pretende também usufruir da liberdade de acesso a ficheiros e impressoras através de uma ligação sem fios.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Partilhar ficheiros

A forma mais fácil de partilhar ficheiros na rede é configurar a partilha com um grupo doméstico. Se não tiver um grupo doméstico, pode partilhar ficheiros colocando-os numa das pastas Público. Qualquer ficheiro ou pasta colocado numa pasta Público é automaticamente partilhado com as pessoas ligadas à rede. Para activar a partilha da pasta Público, siga estes passos:

  1. Clique para abrir definições de partilha Avançadas.
  2. Clique nas divisas Imagem do ícone de divisas para expandir o perfil de rede actual.
  3. Em Partilha de pasta Público, clique numa das seguintes opções:
    • Activar a partilha para que qualquer utilizador com acesso à rede possa ler e escrever ficheiros nas pastas Públicas
    • Desactivar a partilha nas pastas Públicas (os utilizadores com sessão iniciada neste computador continuam a poder aceder a estas pastas)
  4. Clique em Guardar alterações. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

    Será necessário repetir os passos anteriores em cada computador a partir do qual pretenda partilhar ficheiros.

    Para partilhar os ficheiros, guarde-os ou copie-os para a pasta Público do computador. Existe uma pasta Público para cada tipo de biblioteca (Documentos, Música, Vídeos e Imagens). Qualquer pessoa com uma conta de utilizador no computador partilha estas pastas. Por exemplo, pode abrir a pasta Documentos Públicos:

    1. Clique para abrir a Biblioteca de documentos.
    2. No painel de navegação, em Bibliotecas, faça duplo clique em Documentos e, em seguida, faça duplo clique em Documentos Públicos.

    Imagem da pasta Documentos PúblicosA pasta Documentos Públicos

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Partilhar uma impressora

Se tiver uma impressora ligada a um dos computadores, pode imprimir nela a partir de qualquer computador ligado à rede sem fios. A forma mais fácil de partilhar uma impressora é seleccionar a caixa de verificação Impressoras quando configura um grupo doméstico. Se não tiver um grupo doméstico, pode seguir estes passos:

  1. Inicie sessão no computador ao qual a impressora está ligada.
  2. Clique para abrir definições de partilha Avançadas.
  3. Clique nas divisas Imagem do ícone de divisas para expandir o perfil de rede actual.
  4. Em Partilha de ficheiros e impressoras, clique em Activar a partilha de ficheiros e impressoras e clique em Guardar alterações. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

    Nota

    • Se tiver a partilha protegida por palavra-passe activada, as pessoas necessitarão de uma conta de utilizador com uma palavra-passe no computador para aceder à impressora.

Para aceder à impressora a partir de qualquer computador na rede, siga estes passos:

  1. Clique para abrir Rede.
  2. Faça duplo clique no ícone do computador ao qual a impressora está ligada.
  3. Faça duplo clique no ícone da impressora. O Windows adiciona a impressora automaticamente ao seu computador e instala o controlador da impressora.

Desfrutar da liberdade de utilização

E é tudo! A sua rede sem fios está pronta a funcionar. Pode descontrair-se no sofá ou na varanda de sua casa enquanto navega na Web, envia correio electrónico ou faz algumas compras online.

O que aconteceu ao ficheiro boot.ini?

 

Em versões anteriores do Windows, o boot.ini era um ficheiro de sistema que continha informações sobre os sistemas operativos Windows instalados no computador. Estas informações são apresentadas durante o processo de arranque quando liga o computador. São muito úteis no caso de configurações multiboot ou para utilizadores avançados ou administradores que necessitem de personalizar a forma de início do Windows.

Nesta versão do Windows, o ficheiro boot.ini foi substituído pelos BCD (Boot Configuration Data). Este ficheiro é mais versátil do que o boot.ini e pode aplicá-lo às plataformas informáticas que utilizam outros meios para além do BIOS (basic input/output system) para iniciar o computador.

Se necessitar de efectuar alterações aos BCD, tal como remover entradas da lista dos sistemas operativos apresentados, utilize a ferramenta de linha de comandos Bcdedit, uma ferramenta avançada destinada a administradores e profissionais de TI. Para obter informações técnicas sobre a ferramenta Bcdedit, visite o Web site da Microsoft para profissionais de TI. (Esta página poderá estar em inglês.)

Se o computador tiver uma configuração multiboot, pode ainda alterar que sistemas operativos do Windows são abertos por predefinição e durante quanto tempo é apresentada a lista de sistemas operativos, utilizando o Sistema no Painel de Controlo.

  1. Clique para abrir o Sistema.
  2. No painel esquerdo, clique em Definições Avançadas do Sistema. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.
  3. Clique no separador Avançadas e, em seguida, em Arranque e Recuperação, clique em Definições.
  4. Em Arranque do sistema, seleccione um sistema operativo predefinido e a quantidade de tempo para apresentar a lista de sistemas operativos, clique em OK e, em seguida, clique em OK.

             

O que é o Índice de Desempenho Windows?

 

O Índice de Desempenho Windows avalia a capacidade da configuração de hardware e software do computador e exprime essa avaliação sob a forma de um número chamado classificação base. Normalmente, uma classificação base mais elevada significa que o computador terá um desempenho melhor e mais rápido do que um computador com uma classificação base mais baixa, principalmente quando executar tarefas mais avançadas e que consumam mais recursos.

Cada componente de hardware recebe uma subclassificação individual. A classificação base do computador é determinada pela subclassificação mais baixa. Por exemplo, se a subclassificação mais baixa de um componente de hardware individual for 2,6, a classificação base será 2,6. A classificação base não é uma média das subclassificações combinadas. Contudo, as subclassificações podem dar-lhe uma ideia de qual o desempenho dos componentes que são mais importantes para si e pode ajudá-lo a decidir quais os componentes a actualizar.

Pode utilizar a classificação base para comprar programas e outro software que corresponde à classificação base do computador. Por exemplo, se o computador tiver uma classificação base de 3.3, poderá comprar qualquer software concebido para esta versão do Windows que necessite de um computador com uma classificação base de 3 ou inferior.

Actualmente, as classificações variam entre 1.0 e 7.9. O Índice de Desempenho Windows foi concebido para acomodar os avanços da tecnologia informática. À medida que a velocidade e o desempenho do hardware melhora, serão introduzidos níveis mais elevados de classificação. Os padrões de cada nível do índice, geralmente, permanecem inalterados. Contudo, nalguns casos, poderão ser desenvolvidos novos testes que podem resultar em classificações mais baixas.

Imagem de Informações e Ferramentas de Desempenho no Painel de ControloInformações e Ferramentas de Desempenho

Para visualizar a classificação base do computador

  1. Clique para abrir as Informações e Ferramentas de Desempenho.
  2. Consulte a classificação base e as subclassificações do seu computador no Índice de Desempenho Windows. Se tiver actualizado recentemente o hardware e pretender saber se a classificação foi alterada, clique em Voltar a executar a avaliação. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação. Se não vir subclassificações e uma classificação base, clique em Classificar o computador. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Acerca da classificação base do computador

A classificação base representa o desempenho mínimo do sistema, com base nas capacidades de diferentes componentes do computador, incluindo RAM (Random Access Memory), unidade de processamento central (CPU), disco rígido, desempenho gráfico geral no ambiente de trabalho e capacidade gráfica 3-D.

Seguem-se descrições gerais da experiência que poderá esperar por parte de um computador que receba as seguintes classificações base:

  • Normalmente, um computador com uma classificação base de 1.0 ou 2.0 tem desempenho suficiente para executar tarefas gerais de computador, tais como executar programas de produtividade profissional e efectuar pesquisas na Internet. No entanto, normalmente, um computador com esta classificação base não tem capacidade suficiente para executar o Aero nem experiências de multimédia avançadas que estejam disponíveis no Windows 7.
  • Um computador com uma classificação base de 3.0 consegue executar o Aero e muitas funcionalidades do Windows 7 a um nível básico. Algumas das funcionalidades avançadas do Windows 7 poderão não ter disponível toda a funcionalidade. Por exemplo, um computador com uma classificação base de 3.0 consegue apresentar o tema do Windows 7 com a resolução de 1280 × 1024, mas poderá ter dificuldade em executar o tema em múltiplos monitores. Por outro lado, consegue reproduzir conteúdo de TV digital, mas poderá ter dificuldade na reprodução de conteúdo de televisão de alta definição (HDTV).
  • Um computador com uma classificação base de 4.0 ou 5.0 consegue executar as novas funcionalidades do Windows 7 e suportar a execução simultânea de múltiplos programas.
  • Um computador com uma classificação base de 6.0 ou 7.0 tem um disco rígido mais rápido e suporta experiências gráficas que consomem muitos recursos, tais como jogos 3-D, jogos com múltiplos jogadores e gravação e reprodução de conteúdo HDTV.

Se determinado programa ou experiência do Windows 7 exigir uma classificação superior à classificação base do computador, poderá actualizar o hardware para cumprir a classificação base necessária. Se instalar novo hardware e pretender ver se a classificação foi alterada, clique em Voltar a executar a avaliação. São necessárias credenciais de administradorSe lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação. Para ver os detalhes sobre o hardware do seu computador, clique em Ver e imprimir detalhes.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Acerca da subclassificação do computador

As subclassificações resultam de testes executados na RAM, CPU, disco rígido, gráficos gerais do ambiente de trabalho e componentes de hardware para gráficos de jogos 3-D do computador. Se a classificação base não for suficiente para um programa ou experiência do Windows 7, poderá utilizar as subclassificações para determinar quais os componentes que necessitam de ser actualizados.

A classificação base é um bom indicador do desempenho global do computador. As subclassificações poderão ajudar a compreender o nível de desempenho do computador para experiências específicas:

  • Produtividade profissional. Se utilizar o computador quase exclusivamente para experiências de produtividade profissional, tais como processamento de texto, folhas de cálculo, correio electrónico e navegação na Web, então é importante ter subclassificações altas nas categorias de CPU e memória. Normalmente, as subclassificações de de 2.0 ou superiores são suficientes nas categorias de gráficos do ambiente de trabalho e gráficos 3-D.
  • Jogos e programas de grande exigência gráfica. Se utilizar o computador para jogos ou programas que consumam muitos recursos gráficos, tais como programas de edição de vídeo digital ou jogos realísticos jogados na primeira pessoa, então é importante ter subclassificações altas nas categorias de RAM, gráficos do ambiente de trabalho, gráficos para jogos 3-D e CPU. Normalmente, é suficiente uma subclassificação de 3.0 ou superior na categoria de disco rígido.
  • Experiência do Media Center. Se utilizar o computador como centro de multimédia para experiências de multimédia avançadas, como, por exemplo, a gravação de programas HDTV, são importantes subclassificações nas categorias CPU, disco rígido e gráficos de ambiente de trabalho. Normalmente, é suficiente ter subclassificações de 3,0 ou superior nas categorias de memória e gráficos 3-D.

Mostrar conteúdoOcultar conteúdo Se não for possível actualizar a classificação base ou as subclassificações

As seguintes condições poderão impedir o Windows de actualizar o Índice de Desempenho Windows:

  • Alimentação com energia da bateria. ‌ O Windows tenta conservar automaticamente energia quando a alimentação é efectuada apenas através da bateria. Assim, se o computador estiver a ser alimentado por energia da bateria, uma avaliação do desempenho não irá reflectir as capacidades reais do computador. Ligue o computador à corrente eléctrica e volte a executar a avaliação.
  • Espaço livre insuficiente no disco. A ferramenta de avaliação do Índice de Desempenho Windows cria um ficheiro de teste no disco rígido. Se não existir espaço livre suficiente no disco para criar o ficheiro de teste, a avaliação não ficará completa. Pode utilizar a ferramenta Limpeza do Disco para libertar espaço no disco. Para mais informações, consulte Eliminar ficheiros utilizando a Limpeza do Disco.
  • A avaliação já está em execução. Se a ferramenta de avaliação do Índice de Desempenho Windows já estiver a ser executada, as classificações não podem ser actualizadas.
  • O controlador de visualização é antigo. Se o computador utilizar uma versão mais antiga do controlador de visualização, as classificações podem não ser actualizadas. Para obter mais informações, consulte Actualizar controladores: hiperligações recomendadas
  • Inexistência de suporte de multimédia. Se o computador não suportar multimédia, as classificações não podem ser actualizadas.